Portal Viver Mais



Mordidas durante a mamada: o que fazer?

Por Adriana Matos em 03/12/16 00:08 - Atualizada em 03/12/16 00:24
(Foto: Os dentinhos de Maria Alice)

Minha bebê, Maria Alice, completou 9 meses de idade no dia 1° de dezembro. Ainda amamento, com mais frequência à noite – três ou quatros vezes durante a madrugada, diga-se de passagem.

Há mais ou menos duas semanas, Alice começou a morder o bico do meu peito. Ela já tem dois dentinhos inferiores bem salientes. O problema é que, na primeira vez que isso aconteceu, acabei dando um grito e sorrindo, o que, penso, fez com que ela acreditasse que eu tinha gostado (só que não). Resultado: vez ou outra, ela ainda dá uma mordidazinha, tira a boca do peito, olha pra mim e dá aquele sorrisinho mais “sem vergonha” e delicioso, irresistível mesmo. Só que agora, olho séria pra ela (com esforço, é claro) e digo que vou guardar o “pepê". Fiz isso uma ou duas vezes e ela parou. Mas, volta e meia, ela morde o bico do meu peito e ri pra mim. Guardo o “pepê" por uns instantes e devolvo para Alice mamar.

Esse não é um problema exclusivo meu. Com Cristiane Melo, nossa parceira do blog, as mordidas também se fizeram presentes com a sua segunda filha, Maria Luiza, mas a partir de um ano de idade. Hoje, Luiza já não mama mais. Mas só dorme segurando o “pepê" da mamãe. Como a mordida ainda é uma realidade aqui em casa, pedimos à nossa colaboradora, Mariana Rios, especialista em amamentação, para nos dar umas dicas de como podemos lidar com essa situação, afinal, mamar é preciso, mas sem dor, pois já basta o cansaço das noites mal dormidas, não é verdade? Vejam o que ela nos diz clicando nesse link: http://portalvivermais.com.br/noticias/23/por-que-os-bebes-mordem-o-bico-do-peito-durante-as-mamadas-.html, e aproveite para contar a sua experiência no espaço destinado aos comentários.

Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso formulário de contato.

Adriana Matos e Cristiane Melo


Somos Adriana Matos e Cristiane Melo. Mulheres apaixonadas pela vida, pela profissão que escolhemos, pela família e pelas filhas. Criamos o blog para inspirar as pessoas a viverem mais e melhor, de forma que tenham qualidade de vida e (re) aprendam a viver diariamente de maneira plena e saudável, cuidando de si e do outro, superando obstáculos, alimentando projetos, estabelecendo metas e realizando sonhos. saiba mais

Vídeos


Oi gente, estamos no Setembro Verde, mês de incentivo a doação de órgãos  e tecidos. Já presenciei alguns  momentos de desespero e de dor no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) onde trabalho como assessora de comunicação. Sem dúvida perder um ente querido, um parente ou familiar e ter consciência de que os órgãos dessa pessoa podem salvar outras vidas, com toda certeza não é uma decisão fácil de ser tomada. Imagine você ver um familiar com batimentos cardíacos, o corpo ainda quente, tudo aparentemente bem, porém com diagnóstico de morte encefálica ou seja, morte cerebral. É nesse exato momento que a família faz valer a vontade do paciente que em vida declarou o desejo de ser um doador de órgãos.

Veja mais

Parceiros


Arquivos


Mais Lidas


Instagram


Desenvolvido por: