Portal Viver Mais



Sexo: Como melhorar a libido?

Por Cristiane Melo em 15/03/17 13:34 - Atualizada em 15/03/17 15:45
(Foto: )

Sexo: Como melhorar a libido?

Em sua lista de prioridades o sexo ocupa que posição? Mulheres multitarefas como nós que somos mães, administramos a casa, casamento, trabalhamos fora, enfim com tripla jornada de trabalho precisamos também incluir sexo em nossa agenda.  Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo os homens colocam sexo em terceiro lugar, no entanto nós mulheres brasileiras priorizamos outras coisas como carreira, família, saúde, etc. Nesta lista de prioridades o sexo ocupa o oitavo lugar. O que fazer para incluir sexo em nossa rotina e darmos uma melhorada nestes indicativos? Neste bate-papo que fiz com a educadora sexual Raquele Carvalho ela dá ótimas dicas de como nós mulheres podemos fazer para aumentar a libido e transformar nossa vida sexual em algo quente e mais prazeroso. Não deixe de assistir até o final. Você vai se surpreender.


Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso formulário de contato.

Adriana Matos e Cristiane Melo


Somos Adriana Matos e Cristiane Melo. Mulheres apaixonadas pela vida, pela profissão que escolhemos, pela família e pelas filhas. Criamos o blog para inspirar as pessoas a viverem mais e melhor, de forma que tenham qualidade de vida e (re) aprendam a viver diariamente de maneira plena e saudável, cuidando de si e do outro, superando obstáculos, alimentando projetos, estabelecendo metas e realizando sonhos. saiba mais

Vídeos


Oi gente, estamos no Setembro Verde, mês de incentivo a doação de órgãos  e tecidos. Já presenciei alguns  momentos de desespero e de dor no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) onde trabalho como assessora de comunicação. Sem dúvida perder um ente querido, um parente ou familiar e ter consciência de que os órgãos dessa pessoa podem salvar outras vidas, com toda certeza não é uma decisão fácil de ser tomada. Imagine você ver um familiar com batimentos cardíacos, o corpo ainda quente, tudo aparentemente bem, porém com diagnóstico de morte encefálica ou seja, morte cerebral. É nesse exato momento que a família faz valer a vontade do paciente que em vida declarou o desejo de ser um doador de órgãos.

Veja mais

Parceiros


Arquivos


Mais Lidas


Instagram


Desenvolvido por: