Portal Viver Mais



Doação de órgãos e a difícil decisão de dizer sim

Por Adriana Matos (texto) e Madalena Braga (reportagem) em 30/07/18 22:46 - Atualizada em 04/08/18 08:50
(Foto: )
Falar sobre doação de órgãos é algo que sempre mexe com todos aqueles envolvidos, seja a família de potenciais doadores, sejam familiares de pacientes aptos ao transplante. Mesmo não tendo passado nunca por essa situação, acredito mesmo se tratar de uma decisão que traz à tona sentimentos e emoções difíceis de serem enfrentados ou trabalhados. 
Não é mesmo fácil receber a notícia de que aquela pessoa que amamos e cuidamos e com quem convivemos por tanto tempo não voltará mais pra nossa casa, nosso colo, nossos braços (vivi isso de forma bem dolorida, esse é o termo mesmo, com a morte de meus avós. Cristiane também perdeu “vó Marieta” há pouco tempo). Tão difícil quanto, também creio, é a possibilidade de assinar um documento consentindo a retirada dos órgãos do corpo daquela pessoa que amamos para salvar a vida de um outro alguém, na maioria das vezes, uma pessoa totalmente desconhecida. Honestamente, quem sou eu para me colocar no lugar do outro para falar de dores não sentidas por mim, se tivesse havido essa possibilidade e órgãos de meus avós hoje estivessem vivos e fazendo viver outra pessoa, imagino que iria querer sempre estar perto, talvez imaginar mesmo que um pedaço deles pudesse estar perto da gente.
Apesar de a doação de órgãos representar essa possibilidade de alegria em luto, a quantidade de cirurgias desse tipo ainda está bem aquém do desejado, comparando com o número de pacientes em fila e à própria quantidade de casos de mortes cerebrais registradas na nossa região, por exemplo. Sobre essa questão, a jornalista Madalena Braga, colaboradora do Portal Viver Mais, conversou com o médico, Victor Paschoalin, doutor em urologia, sobre transplante de rins, as negativas por parte dos familiares de pacientes que tiveram morte cerebral e também acerca dos cuidados que devemos ter para mantermos nossos rins saudáveis. Uma entrevista bem esclarecedora. Esperamos que gostem. Você pode clicar no vídeo abaixo ou no link que levará você ao nosso canal no youtube.


Comentários

AVISO - Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie através do nosso formulário de contato.

Adriana Matos e Cristiane Melo


Somos Adriana Matos e Cristiane Melo. Mulheres apaixonadas pela vida, pela profissão que escolhemos, pela família e pelas filhas. Criamos o blog para inspirar as pessoas a viverem mais e melhor, de forma que tenham qualidade de vida e (re) aprendam a viver diariamente de maneira plena e saudável, cuidando de si e do outro, superando obstáculos, alimentando projetos, estabelecendo metas e realizando sonhos. saiba mais

Vídeos


Você sabia que 40% da população brasileira tem colesterol alto e pior, nem sabe disso? É muito sério e sabe qual o risco maior? O surgimento de doenças cardiovasculares como o Infarto e o AVC (Acidente Vascular Cerebral). Essas são doenças graves e que podem levar a morte. O assunto é tão sério que no mês de agosto tem um data dedicada ao assunto que é dia 8 de Agosto, Dia Nacional de Combate ao Colesterol. O objetivo é chamar a atenção para o problema e prevenir a doença. É sobre isso que a repórter Madalena Braga conversa nesta entrevista com a médica cardiologista Graça Mello no quadro “Pergunte ao Especialista”, no Portal Viver Mais. Não deixe de conferir.

Veja mais

Parceiros


Arquivos


Mais Lidas


Instagram


Desenvolvido por: