Portal Viver Mais



Sobre

Por Portal Viver Mais
Cristiane Melo 
null

Olá, tenho a missão de escrever sobre mim em poucas linhas, será que vou conseguir? Vamos lá... 

Sou Cristiane Melo, nasci no dia 12 de fevereiro de 1979, em Riachão do Jacuípe (BA), mas sou oficialmente feirense. Como assim? É que fui registrada em Feira de Santana (BA), onde sempre morei. Gosto de contar esse fato, primeiro porque não nego minhas origens e segundo porque quero valorizar o sacrifício de minha mãe que viajou de Feira para Riachão só porque queria que eu nascesse na casa dos meus avós (parto humanitário) e com a ajuda de dona Julieta, parteira que fez o parto de minha vó, quando minha mãe nasceu. E foi assim que vim a esse mundo.

Radialista e Jornalista formada pela Unidade de Ensino Superior de Feira de Santana (UNEF), comecei muito jovem na Comunicação Social. Há 18 anos nesta estrada trago na bagagem experiências em várias áreas como Radio, Tv, Assessoria de Imprensa, Internet, Cerimonial, Jornal Impresso, Documentário e agora Blogueira. Trabalhei em emissoras de Radio de Feira de Santana (Rádio Cultura AM, Rádio Subaé AM, Rádio Nordeste FM e Rádio Sociedade de Feira AM). Nesta área atuei como operadora de áudio e locutora/apresentadora. Na Rádio Cultura apresentei um programa infantil e na Sociedade de Feira apresentava esporadicamente programas religiosos e românticos. Fase que gosto de recordar. Foi nesta época que conheci a amiga e hoje parceira neste projeto, Adriana Matos. 

Em minha bagagem profissional também carrego experiência em Assessoria de Imprensa. Trabalhei para políticos, sindicatos e ongs. Hoje estou como Assessora de Comunicação do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), maior hospital do interior da Bahia. Em jornal impresso, fui freelancer do Jornal A Tarde e editora do folhetim Giramundo  do Movimento de Organização Comunitária (MOC). Também atuei no jornalismo digital como produtora no Blog da Feira. Mas, minha paixão pela TV começou quando ainda era estudante de jornalismo. Comecei como estagiária na redação de jornalismo da TV Subaé, emissora afiliada da Rede Globo, em Feira de Santana. Logo após o contrato de estágio, fui contratada para produção de jornalismo e tive a experiência de ser pauteira. Foram sete anos nesta conceituada emissora de TV onde pude aprimorar meus conhecimentos e ganhei experiência profissional para uma vida. Não poderia deixar de citar aqui o meu documentário: “George Américo: líder ou bandido?”. Um documentário sobre 'o rei das invasões' assassinado em 1988. Nele contei a saga de um revolucionário da década de 80, cujo nome ficou imortalizado em Feira de Santana.

Passei por muitas experiências na minha vida profissional e pessoal, mas foi a maternidade quem causou um divisor em minha vida. Sou casada e mãe de duas meninas lindas, Maria Fernanda, que hoje está com 5 anos e Maria Luíza, com quase 2 anos. Nos últimos anos tenho experimento os desafios e delícias de ser mãe, esposa, jornalista, dona de casa, etc. Ser mulher multitarefa não é uma tarefa fácil. Por isso, idealizei este blog que atualmente, está sendo o meu filho caçula (rs). Confesso que estou amando a ideia, alimentar e cuidar do Portal Viver Mais é sem dúvida minha mais nova missão.

Xiiii, acho que escrevi demais. Vamos juntas, mulheres multi, esse será nosso espaço de troca de experiências. Conto com vocês!

Adriana Matos 
null
Sou Adriana Matos. Antes de tudo, mãe. Mãe de três lindas mulheres: as gêmeas Maria Clara e Maria Eduarda, de 9 anos, e a pequena Maria Alice, de 7 meses. Com elas, sinto-me realizada, completa, viva (cansada, muitas vezes, mas feliz); por elas, busco o meu melhor todos os dias, mas, nem todos os dias, esse meu melhor é atingido, porém, o próprio processo de busca é uma construção que faz crescer a mim e também a elas; e é para elas que mostro, em todas as oportunidades que tenho, a importância de, enquanto mulheres que somos, nunca permitir que tentem tirar de nós a liberdade de sermos quem somos: mulheres que não se calam, mesmo em tão tenra idade, no caso delas, diante de injustiças, de violência (s), de tentativas de nos silenciar pelo simples fato de sermos mulheres. E disso nos orgulhamos muito e seremos espelho para que Maria Alice siga também nessa direção.


Minha formação contempla a comunicação e as letras. Sou professora graduada em Letras pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Concursada desde 2006, amo a minha profissão e faço dela oportunidade de formação de gente. Especialista em Libras (IBPEX) e em Metodologia do Ensino, Pesquisa e Extensão (UNEB), meu objeto de pesquisa no Mestrado Profissional em Letras (UNEB) é o processo do desenvolvimento da escrita no contexto de salas inclusivas com a presença de surdos. Estudo Libras e amo a cultura surda, assim como a escrita, a leitura, a educação de surdos e a pesquisa.

Minha trajetória profissional tem início ainda na adolescência. Trabalho desde os 14 anos de idade (hoje, tenho 41). Comecei como noticiarista (tenho formação de radialista) na rádio Princesa FM. Lá, também trabalhei como locutora. Fui repórter de rua, noticiarista, diretora de jornalismo e apresentadora de um programa diário na Rádio Sociedade AM. Nos jornais impressos Feira Hoje e Tribuna Feirense, fui repórter. Também vivi a experiência de ser produtora de notícias e pauteira da TV Subaé. Todos esses veículos de comunicação são de Feira de Santana e foi nesta cidade que também iniciei meu trabalho na escola. Estou na sala de aula como professora desde os meus 18 anos. Mas me vejo aprendendo até hoje e sempre. Não me enxergo parando de estudar. Na verdade, como ser inacabado que sou, não me imagino sem produzir e o blog Portal Viver Mais é essa casa que me dará a oportunidade diária de pesquisa e produção acerca dos diversos temas que nos inquietam e que poderão se transformar em oportunidade de uma vida mais saudável e feliz para nós que fazemos o blog e para você que nos ajudará a construí-lo.

Meus temas de interesse para pesquisa, formação continuada de professores e palestras são: Libras, Ensino de Língua Portuguesa, Ensino de Língua Portuguesa para Surdos, Educação de surdos, Educação Inclusiva, Leitura e Escrita, Literatura Infantil, O negro na literatura, Ensino e tecnologias, Gestão de carreira, Gestão de conhecimento, Metodologia da pesquisa, Escola e família, Liberdade x limite na criação dos filhos, Filhos e internet, Como ajudar os filhos nas tarefas de casa e Síndrome de Tourret.

Meus hobbys, apesar de, há um bom tempo, não ter horas livres, são esses: Ler por ler - ultimamente, somente tenho lido textos técnicos para a produção de minha dissertação; Ouvir música - amo caminhar e arrumar a casa ouvindo de Ivete Sangalo à Metálica : ); Cantar – esse é um hobby antigo que desejo muito retomar; Fazer trilhas – amo, simplesmente amo. Ainda tenho muito o que conhecer e explorar na Chapada Diamantina; Dançar; Viajar; Ir ao cinema; Sentar numa mesa de bar ou boteco ou na casa de um amigo ou amiga pra tomar cerveja e conversar, conversar e conversar; Escrever, minha paixão, e assistir a filmes e séries na Netflix mesmo rs.

Adriana Matos e Cristiane Melo


Somos Adriana Matos e Cristiane Melo. Mulheres apaixonadas pela vida, pela profissão que escolhemos, pela família e pelas filhas. Criamos o blog para inspirar as pessoas a viverem mais e melhor, de forma que tenham qualidade de vida e (re) aprendam a viver diariamente de maneira plena e saudável, cuidando de si e do outro, superando obstáculos, alimentando projetos, estabelecendo metas e realizando sonhos. saiba mais

Vídeos


Oi gente, estamos no Setembro Verde, mês de incentivo a doação de órgãos  e tecidos. Já presenciei alguns  momentos de desespero e de dor no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) onde trabalho como assessora de comunicação. Sem dúvida perder um ente querido, um parente ou familiar e ter consciência de que os órgãos dessa pessoa podem salvar outras vidas, com toda certeza não é uma decisão fácil de ser tomada. Imagine você ver um familiar com batimentos cardíacos, o corpo ainda quente, tudo aparentemente bem, porém com diagnóstico de morte encefálica ou seja, morte cerebral. É nesse exato momento que a família faz valer a vontade do paciente que em vida declarou o desejo de ser um doador de órgãos.

Veja mais

Parceiros


Arquivos


Mais Lidas


Instagram


Desenvolvido por: