booked.net

Resenha do romance Wicked Wallflower

Por Sarah Cerqueira - 6 de maio de 2020

Essa é uma história sobre um pecado: o de querer o que não é seu; mesmo que devesse ser, ou que pudesse ser.

 

Felicity e Devil não deveriam ter seus caminhos cruzados. Eles fazem parte de lugares opostos na Inglaterra do século XIX. Ela, filha de marquês. Ele, um contrabandista, filho bastardo de um duque.

Mas, mesmo assim, eles se encontraram. Ele, com o intuito de usá-la pra machucar o irmão dele, o duque; ela, com o desejo de ser aceita pela sociedade e salvar a família.

Como esse amor poderia dar certo? E deu. Afinal, essa é a graça do livro. Uma das melhores leituras do ano – CERTEZA – e um dos melhores romances de época que já tive oportunidade de ler.

Os personagens são extremamente complexos, cheios de camadas e bem trabalhados. Os diálogos me deixaram “louquinha” – quem me acompanha no instagram sabe – pois são instigantes, inteligentes e tocantes.

A Sarah MacLean conseguiu construir com maestria todo um ambiente de fundo que envolve a narrativa desse casal, mas, principalmente, de três irmãos: separados, traídos e obrigados a lutarem entre si.

Irmãos que sofreram na mão do pai através de um jogo de poder. Esse, inclusive, é outro enfoque da história: os jogos de poder que permeavam a escolha dos herdeiros na nobreza inglesa e como isso podia ser injusto, doloroso e errado – principalmente com as mulheres. Afinal, a lei ditava: o primogênito era o herdeiro do ducado, das terras e da herança EXCETO se mulher. Nesse caso, TUDO passa para o próximo homem na linhagem.

Essa é uma história sobre amor, perdão e luta. Sobre lutar contra todas as opções contrárias, não desistir e encontrar a sua chama interior.

Um livro que possuía  tudo para ser um clichê absurdo e monótono . E não foi. Com certeza uma das maiores surpresas do ano.

Mal posso esperar para ler o segundo e  terceiro que será publicado esse ano nos Estados Unidos.

Quanto a publicação dessa série no Brasil, a editora Gutenberg, segundo os sites Clã dos Livros e Livros e Citações, será a responsável pela publicação. Altas são as expectativas para que o livro saia ainda esse ano!

Caso leia em inglês, super recomendo que coloque-o na lista! A linguagem é super fácil e corrida; a leitura não é truncada, nem cheia de termos desconhecidos para alguém de nível intermediário.

No mais, aproveitem as leituras 😉

Até o próximo post!

Sarah, @livrosarah

Leia também