booked.net

Se Você Conhecesse Meu Sertão Não Falava Tão Mal Do Meu Lugar

Por Mote: Poeta Antônio Marinho Do Nascimento Glosa – Nivaldo CruzCredo - 13 de abril de 2020

A você que é preconceituoso,

 

És assim por ser tão ignorante,
Se achares até muito do importante
Se mostrando ser um ser tão asqueroso,
Se portando com esse jeito vergonhoso,
Sem ao outro, nem se quer se respeitar,
Tenha mais cuidado ao falar,
Busque mesmo ter mais educação
Se Você Conhecesse Meu Sertão,
Não Falava Tão Mal Do Meu Lugar.

 

Se você visse o nosso amanhecer
O sol despontando lá na serra,
Comesse uma manteiga das da terra
Num beiju, nunca ia se esquecer,
Visse o mocó, quando vai se esconder
Numa loca dum lajedo milenar,
Ouvisse um carão vir a cantar
Depois de um chuva com trovão,
Se Você Conhecesse Meu Sertão
Não Falava Tão Mal Do Meu Lugar

 

Se você conhecesse minha gente
Com toda sua rica humildade,
Ia ver o que é honestidade,
Ia saber como é um ser decente,
Conhecer que o verdadeiro crente
Acredita que Deus vai ajudar,
Mesmo estando a seca a lhe matar,
Nunca perde o amor por esse chão,
Se Você Conhecesse Meu Sertão
Não Falava Tão Mal Do Meu Lugar.

 

 

Leia também